SAÚDE PÚBLICA

Objectivos do curso

 Desenvolver no formando a capacidade de debate e articulação com as diversas áreas do conhecimento, visando actuações inter e multidisciplinares;
 Fornecer conhecimentos específicos (teóricos) e criar as competências (práticas) necessárias para o desempenho de funções áreas do SNS e outras instituições.
 Adquirir conhecimentos sólidos que permitam a sua actuação independente e inter-dependente sobretudo em situações de emergências tais como secas, cheias, desastres, entre outras situações adversas.
 Demonstrar competências de avaliação, planificação, intervenção e reavaliação com recurso a métodos e instrumentos específicos da saúde pública e de acordo com as necessidades particulares de cada grupo ou comunidade;
 Potenciar os estudantes para a investigação científica, tecnológica e cultural;
 Proporcionar uma formação não simplesmente aquela que conduza à obtenção de um título académico, mas aquela que permita potenciar no formando o espírito de iniciativa empresarial, permitindo criar e gerir empresas.
 Aplicar princípios científicos na assistência, administração, ensino e investigação em Saúde Pública;
 Organizar e gerir programas e/ou serviços de saúde aos níveis central, provincial, distrital e local, tendo em conta as Políticas do Sector da Saúde e os indicadores sanitários no terreno.

Mercado de Trabalho (Saídas Profissionais)

Um dos objectivos principais deste curso é garantir a excelente colocação dos alunos no mercado de trabalho através da formação de graduados com elevada competência técnicas. Assim, o Licenciado em Saúde Publica poderá desempenhar as suas funções em:
 No Sistema Nacional de saúde
 No sistema Nacional de Educação.
 Nas Instituições de ensino superior, seguindo a carreira de docente.
 Nas Agências de desenvolvimento regional;
 Nos Municípios;
 Associações para o desenvolvimento comunitário
 Nos Centros de Higiene Ambiental
 Centros de Exames Médicos e;
 Sanidade Marítima, aérea e terrestre;
 Outras instituições estatais ou privadas nos termos da lei.

Perfil do Licenciado em Saúde Publica

 

O Licenciado em Saúde Publica está preparado para uma actuação inter e multidisciplinar fundamentados em princípios éticos, possuindo competências para produzir, difundir e utilizar conhecimentos e procedimentos da saude publica em diferentes contextos, nomeadamente:

  • Assistenciais
  • Ensino/Formação Contínua
  • Administração e gestão
  • Tomada de decisões
  • Comunicação
  • Liderança
  • Investigação

Perfil Profissional do Licenciado em Saúde Publica

O Curso de Licenciatura em Saúde Publica visa formar profissionais capazes de atender as demandas da população previligiando a análise, avaliação e intervenção em saúde pública, com o seguinte perfil:

  • Saber utilizar o sistema de informação em saúde para planificação e gestão de programas e actividades;
  • Identificar as intervenções técnicas necessárias para alcançar metas de saúde pública, garantindo a sua implementação ética e tecnicamente adequada. É particularmente importante garantir o desenvolvimento de competências para garantir a capacidade de respostas rápidas a situações de emergência de saúde pública;
  • Fundamentado em princípios éticos e preparado para a actuação interdisciplinar;
  • Com competência para produzir, difundir e utilizar conhecimentos e procedimentos da psicologia em diferentes contextos;
  • Capaz de promover estratégias para a busca de qualidade de vida e construção de uma sociedade mais justa e igualitária.
  • Promover valores próprios de saúde, urbanismo e urbanidade como bens públicos numa visão humanista da profissão, dos cidadãos e dos utentes dos serviços de saúde.
  • Ser capaz de se manter firme, gerindo adequadamente situações de pressão, de modo a que estas não influenciem negativamente o ambiente de trabalho e em última instância a qualidade dos resultados das actividades de saúde pública.
  • Elaborar, executar e avaliar os planos periódicos das actividades de saúde pública e de desenvolvimento do sector a nível local e nacional;

 

Perfil Profissional no Âmbito Específico

 

As competências do perfil profissional descrevem as tarefas e funções chave que o futuro graduado deve ser capaz de realizar no contexto profissional. Estas competências estão subdivididas em sub-competências específicas que indicam com detalhe as habilidades a serem desenvolvidas para o alcance das competências principais conforme se indica abaixo:

  1. Planifica o orçamento nas Instituições de Saúde:
  • Elabora o Plano Económico e Social (PES) e o Plano Operacional Anual (POA), Cenário de Financiamento de Despesas de Médio Prazo (CFDMP);
  • Coordena e sistematiza a elaboração dos orçamentos com base no POA e nos limites definidos no cenário fiscal.
  • Planifica as actividades e orçamenta outros programas.
  1. Gere as finanças alocadas a instituiçào:
  • Gere o fluxo de fundos de diferentes fontes de acordo com as normas em vigor e exigências de cada fonte.
  • Monitora a execução orçamental e toma medidas correctivas, incluindo redistribuição orçamental, caso necessário;
  • Controla a gestão orçamental, financeira e patrimonial para determinar o nível de execução do financiamento da instituição de saúde.

 

  1. 3. Gere a equipa de saúde sob sua responsabilidade:
  • Gere a equipa administrativa da US de forma assegurar o funcionamento dos diferentes serviços com eficácia e eficiência, de acordo com o regulamento, normas, procedimentos e ordens de serviço;
  • Promove um comportamento orientado por princípios éticos e a deontologia profissional do sector de saúde;
  • Zela pelo respeito dos direitos e deveres dos utentes e trabalhadores e
  • Apoia os chefes de sectores das US em gerir / supervisar as suas equipas com eficácia e eficiência, de acordo com o regulamento, normas, procedimentos e ordens de serviço.

 

4.Gere as condições e recursos precisas para garantir a segurança dos utentes, funcionários instalações e bens da unidade sanitária:

  • Define e/ou implementar normas de protecção de instalações, bens e pessoas;
  • Garantie as condições materiais e equipamentos de protecção de instalações bens e pessoas (cadeados, extintores de incêndios, grades);
  • Dissemina protocolos e educar pessoal sobre medidas a tomar no caso dum quebra de segurança (assalto, incêndio, distúrbio público) e
  • Disponibiliza as normas que emanam as medidas sobre a profilaxia-pós-exposição (PPE)e os respectivos kits de medicamentos.

 

  1. Coordena as actividades administrativas que possibilitem a implementação das normas de prevenção e controlo de infecções (PCI) e as normas de prevenção e gestão de acidentes laborais:
  • Garante o funcionamento dos serviços de limpeza e tratamento de lixo em conformidade com os protocolos de PCI e outra legislação em vigor;
  • Garante o funcionamento do serviço de esterilização em conformidade com os protocolos de PCI e outra legislação em vigor;
  • Promove a aplicação das normas de PCI na US ou outra instituição onde estiver afecto;
  • Garante a disseminação e aplicação de protocolos de prevenção e gestão de acidentes laborais e
  • Garante condições e materiais que permitam a implementação das normas de PCI, prevenção e gestão de acidentes laborais.

 

 6.Garante o apoio administrativo para o funcionamento eficiente e eficaz dos serviços assistenciais e auxiliares:

  • Apoia os administrativos e responsáveis dos serviços assistências em planificar os recursos necessários para seu funcionamento na base de previsões de atendimento;
  • Assegura o fornecimento de materiais gerais consumíveis e Materiais e Artigos Médicos (MAM) necessários para o funcionamento dos serviços assistenciais e auxiliares, assim como a utilização eficaz dos mesmos;
  • Apoia os responsáveis de cada serviço assistencial em calcular as suas necessidades de RH e elaborar e coordenar as escalas de trabalho da sua equipa e
  • Garante a requisição, recepção, conferência e armazenamento correcto de materiais e insumos em cada serviço assistencial e auxiliar.

 

 Garante o apoio logístico e administrativo à intervenções de saúde da comunidade:

  • Em coordenação com as equipas responsáveis pelas actividades de saúde pública, programar e garantir os recursos necessários para a realização de actividades de prevenção e manutenção de saúde na comunidade;
  • Fornece o apoio logístico e administrativo a respostas comunitárias a surtos e outras emergências de saúde quando solicitados e
  • Cria condições físicas e garante outros recursos na unidade sanitária para a resposta a surtos e outras contingências.

 Garante que a colheita, digitação e processamento de dados seja feito correctamente e atempadamente de acordo com os protocolos em vigor:

  • Participa na análise dos dados hospitalares;
  • Interpreta os dados hospitalares e as suas causas e usar os mesmos para tomar decisões gerências para melhorar a eficácia e eficiência das unidades sanitária;
  • Analisa os sistemas gerências, identificar problemas e soluções nas unidades sanitárias e outras instituições do sistema de saúde e
  • Promove as actividades de pesquisa operacional em administração hospitalar e participar na produção de protocolos de pesquisa em administração.

 

 

7.Lidera e gere as Unidades Hospitalares e/ou outras instituições do Serviço Nacional de Saúde:

  • Garante que a US funciona duma maneira eficaz, eficiente e humana e que responde apropriadamente aos problemas de saúde do tendo em conta contexto local;
  • Define e/ou interpretar normas, politicas e estatutos da US, do SNS, e do sector público e garantir o seu cumprimento;
  • Garante que todo pessoal da US se comporta duma maneira ética e profissional;
  • Gere o pessoal sénior (os chefes de todos os sectores) da unidade sanitária (US) e
  • Garante a elaboração e disseminação dos relatórios da US.

 

  1. Promove as relações entre a unidade sanitária e a comunidade:
  • Apoia a US a planificar actividades de promoção de relações com a comunidade e garantir apoio logístico para os mesmos e
  • Facilita o processo de identificação e resolução de conflitos entre a US e a comunidade.

 

Comentários fechados.